HomeDicasComportamentoA transição do berço para a cama
berço para cama

A transição do berço para a cama

Dando “tchau” para o berço

Seu bebê está crescendo lindo e sapeca! Será que já é hora de trocar o aconchego do berço pela liberdade da caminha? Geralmente, essa mudança tão importante acontece entre os dois e quatro anos de idade, mas nada impede que você perceba essa necessidade meses antes ou um pouquinho mais tarde. O que importa é que seja uma transição tranquila e prazerosa para a sua criança, sem grandes transtornos na rotina familiar, nem traumas para contar a história!

A hora certa:

Quando os bebês começam a andar e explorar o mundo a sua volta, muitos pais se perguntam se já devem mudá-lo para a mini cama. De acordo com especialistas, se o berço passou de um lugar de proteção para criança dormir a um obstáculo a ser transposto por ela, é chegado o momento de fazer troca. A mudança também se faz necessária quando seu bebezinho fica apertado no móvel ou quando um irmãozinho está a caminho. No entanto, planeje esta alteração com calma, pelo menos dois meses antes, e não suma com o berço do quarto de repente.

Por onde começar:

Um ótimo começo é baixar as grades, se você optou por um berço funcional. Alguns deles chegam a ter até seis utilidades e muitos têm a possibilidade de se tornarem mini cama, sofazinho, cômoda, cama auxiliar e até escrivaninha. Outra sugestão de mamães experientes é transformar esse momento num motivo para comemorar e quem sabe fazer algumas alterações na decoração do quarto de bebê. Um dia especial para transformar o ninho do seu recém-nascido num universo um tantinho independente para seu filho ou filha.

Berço Minicama 3 em 1

Respeite o tempo da sua criança, explique os benefícios da transição e permita que ela participe da escolha da nova cama e seu enxoval, que pode ser infantil ou um modelo de solteiro convencional. Esta é uma excelente oportunidade para repaginar o dormitório e um novo kit cama babá pode vir a calhar. Aliás, se já tinha decidido por manter uma cama auxiliar no quarto, agora é hora de começar com sonecas da tarde e depois noites inteiras neste mobiliário tão moderno.

Cama auxiliar

Modelos

São diversos modelos de camas infantis no mercado, sempre com largura entre 78 cm e 1 metro, entre elas, a mini caminha ou cama júnior, cama box, cama com escorredor, playground, casinha e até castelo. Estude qual delas atende suas necessidades e oferece proteção ideal para o bebê. Lembre-se, evite mobiliário com detalhes pontiagudos ou quinas vivas. Além disso, a Associação Brasileira de Pediatria reforça que o ideal é ter grades dos dois lados da caminha, com colchão firme e flexível. Uma dica dos profissionais é prender cobertores e lençóis ao pé da cama.

Veja modelos de camas divertidas aqui.

Segurança

Instale redes de proteção nas janelas e não coloque móveis logo abaixo delas. Fique atenta aos protetores de tomadas e travas nas portas para bloquear o acesso aos ambientes perigosos, como cozinha e lavanderia, afinal sem as grades do berço, seu tesouro está livre para levantar e andar pela casa.

Pode ser que seu bebê não abandone o bercinho querido logo de cara, mas isso não é motivo para se preocupar. Voltar para o berço é muito comum e sua criança pode não estar preparada ainda para essa transição, principalmente se perceber que a qualidade do seu sono não é a mesma. Enquanto isso incentive com paciência e não puna, logo vai adorar dizer que já é uma criança grande que dorme na cama!

Compartilhe:
Classifique este artigo

Berço é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade!

redacao@berco.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário