HomeDicasComportamentoPor que seu bebê acorda durante a noite?
bebe acorda

Por que seu bebê acorda durante a noite?

Se o seu bebê acorda a cada barulhinho ou simplesmente desperta do nada, não fique pensando que o pequeno tem apenas o sono leve, pois esta razão não é justificativa para ele acordar várias vezes durante a madrugada. Alguns hábitos atrapalham o sono da criança, mas podem ser mudados sem grandes dificuldades e vão tornar as noites de toda a família mais tranquilas.

De modo geral, no primeiro trimestre de vida do bebê, é comum ele acordar de três em três horas para mamar. Sendo assim, nessa etapa, o sono é mesmo picadinho. Ele está em fase de crescimento e necessita de energia. Por outro lado, seu estômago é pequenino e ele não consegue armazenar grandes quantidades de leite. Por isso, mama em intervalos curtos. Nestes casos, o bebê acorda para se alimentar.

 

bebe acorda 2

 

No entanto, se o bebê estiver despertando de hora em hora, pode ser indício de algum problema. Ou ele ainda não aprendeu a adormecer sozinho no berço entre um ciclo e outro de sono. Certas crianças nascem mesmo com predisposição ao sono difícil, mas a maioria dos casos pode ser solucionada corrigindo erros simples que os pais cometem sem querer.

Selecionamos os 10 principais motivos que atrapalham o sono do bebê para te ajudar a garantir um descanso de qualidade para o seu pequeno e toda a família. Porém, vale lembrar que será preciso paciência e que há situações que não deixam a criança dormir direito, mas são mais complicadas para solucionar, como gripes, resfriados, nascimento dos dentes ou a chegada de um irmão, por exemplo.

 

10 motivos pelos quais o bebê acorda durante a noite

 

1 – Não ter rotina

A palavra chave para uma boa noite de sono é rotina! Crianças se sentem seguras quando sabem o que vai acontecer depois. Permitir que seu bebê durma a cada dia num horário pode dificultar que ele adormeça. O ideal é fixar algumas atividades antes da hora de dormir, como banho, leite, historinha, pegar seu bichinho e ir para o berço. Tudo com muito carinho, com a luz da casa diminuída e um ambiente bem sossegado.

2 – Estimular demais o bebê

Deixe as atividades agitadas para até uma hora antes do momento em que seu bebê deve dormir. Afinal, as crianças não vêm com botão de liga e desliga. Então, não adianta agitar e depois querer acalmar de repente. Cerca de uma antes, reserve o tempo para conversas, contação de histórias, menos luz e som mais baixo.

3-Usar o berço como playground

Nossos bebês passam muito tempo no berço, dormindo ou acordados, principalmente nos primeiros meses. Por isso, não há mal nenhum em colocar brinquedinhos na hora de brincar. Entretanto, após os seis meses, este estímulo deve ser deixado para alguns momentos do dia, a fim de reservar o lugar de dormir para a sua finalidade.

bebe acorda

4-Bebê cansado demais

Quando um bebê passa do horário de dormir, geralmente entre 19 e 22 horas, seu organismo passa a produzir o hormônio cortisol, que vai deixa-lo mais agitado. Portanto, observe quando seu pequeno der os primeiros sinais de cansaço, como coçar os olhos e as orelhas e irritação. Os pais costumam repetir que o bebê “briga com o sono”, quando, na verdade, está pedindo para dormir mais cedo.

5-Criar histórias com bicho-papão

Se o seu bebê já é maiorzinho, com cerca de dois anos, evite histórias do tipo “A cuca vem pegar” ou ameaças envolvendo o bicho-papão, pois a criança ficará com medo e a escuridão do quarto pode criar monstros em sua imaginação e atrapalhar seu sono.

6-Ir ao quarto do bebê a cada resmungo

Se você corre para o quarto do bebê a cada resmungo que ouve pela babá eletrônica, talvez seja a hora de se controlar um pouco. Os bebês costumam resmungar mesmo e nem sempre significa que está chamando por você. Entrar no quarto com muita frequência, na verdade, pode acabar acordando o pequeno.

7-Não deixar o bebê dormir durante o dia

Os bebês precisam cochilar durante o dia, principalmente nos primeiros meses, quando chegam a dormir entre 18 e 15 horas. Não permitir que ele tire suas duas ou três sonecas diárias só vai piorar a situação quando chegar a noite, pois estará cansado demais e a falta destas horas de sono pode prejudicar seu desenvolvimento e causar irritabilidade.

8-Descobrir a diferença entre dia e noite

Desde os primeiros dias em casa, é importante permitir que o bebê tenha contato com a luz do sol, para aprender a diferenciar o claro do escuro, o dia da noite. Mesmo durante sua sonecas, deixe que um pouco da luz solar entre no ambiente. Quando o bebê acorda, percebe que ainda é dia. À noite, não é necessário deixar seu pequeno na escuridão. Está provado que usar uma luz azulada fraquinha torna o sono do bebê mais estável.

bebe acorda

Se o bebê acorda num lugar diferente de onde dormiu, pode se assustar.

9-Deixar que adormeça no colo ou na cama dos pais

Durante toda a noite, os bebês atravessam muitos ciclos de sono e acordam várias vezes. Nestes momentos, costumam conferir se estão no mesmo lugar onde pegaram no sono e podem ficar assustados ao despertar no bercinho. Por isso, o mais indicado pelos especialistas, é que seu pequeno pegue no sono já no berço. Para isso, será preciso leva-lo ao quartinho quando começar a dar sinais de cansaço, dando piscadas mais longas e ficando com o corpo molinho.

10-Bebês dependentes da presença dos pais

Lembre-se, dormir é um aprendizado. Se o seu bebê aprender que precisa mamar para dormir, dificilmente conseguirá adormecer sem o seio da mãe. Isso vale para qualquer atitude que os pais repitam para fazer o pequeno pegar no sono. Pediatras indicam que o bebê aprenda a dormir sozinho, para que se tranquilize toda vez que despertar durante a noite e consiga voltar ao sono.

Compartilhe:
Classifique este artigo

Berço é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! No nosso blog, você encontra dicas e curiosidades sobre berços de todo o mundo, inspirações para decorar o quarto de bebê e avaliações completas dos produtos. Nosso intuito é te ajudar e inspirar na hora de escolher os móveis e a decoração do cantinho mais especial da sua casa!

redacao@berco.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário