HomeDicasComportamentoApesar da hiperatividade, é possível dormir bem
hiperatividade

Apesar da hiperatividade, é possível dormir bem

Atualmente, é possível conferir cada vez mais diagnósticos de condições psicológicas em crianças pequenas. A hiperatividade, ou o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), é o distúrbio neuropsiquiátrico mais comum na infância, um dos mais estudados por especialistas e, também, o mais conhecidos pelas mamães ultimamente.

Hoje, já se sabe que a hiperatividade em si não é um sintoma obrigatório do TDAH, importando mais o déficit de atenção. Em resumo, a criança não é, necessariamente, agitada, mas distraída. Ela pode vir aliada a alguma outra condição, como o TEA (Transtorno do Espectro Autista), Síndrome de Asperger, Síndrome de Tourette e tantas outras.

Infelizmente, o fato de a criança nascer com alguma peculiaridade não é escolhido pelos pais. Por este motivo, é preciso pensar e se preparar muito antes de tomar esta importante decisão, pois você nunca estará preparado para receber esta notícia. A compreensão e o carinho de todos que o cercam também são ideais e primordiais nesse momento tão delicado, que carece tanto por um apoio emocional.

O diagnóstico não é simples de ser feito, apenas após vários testes realizados por profissionais competentes é possível realmente afirmar esta condição. O acompanhamento psicológico e a alteração em toda sua rotina são extremamente eficazes para que o tratamento possa surtir efeito e seja utilizado o mínimo possível de medicação. Apenas os casos mais graves carecem do uso de remédio para que o pequeno consiga acalmar e se concentrar.

Segundo a psicóloga Sabrina Santi, em se tratando de bebês não há diagnóstico definitivo por diversas razões. Como a comparação deve ser feita entre crianças de idade similar, é preciso estar atento ao fato de ser comum que os pequenos não consigam prestar atenção em algo por muito tempo. Também é preciso lembrar que o desenvolvimento pode variar entre crianças da mesma faixa etária, por exemplo, uma criança pode ter um atraso de amadurecimento, sem que isto seja um transtorno, ela apenas irá se desenvolver um pouco mais tarde.

Independente do diagnóstico estar fechado a alguma outra condição ou não, ter um filho hiperativo não é fácil. A doença é causada no cérebro, e a criança não consegue “desligá-lo” tão facilmente quanto deveria. Apesar de não ser um critério diagnóstico associado diretamente a doença, a queixa de problemas no sono é muito comum nestes casos. Por isso, é preciso muita atenção e seguir uma rígida rotina para a hora de dormir. Todas as crianças devem ter bons hábitos de sono, mas pela dificuldade apresentada no TDAH, é preciso seguir à risca as recomendações, e garantir uma boa noite de sono para toda a família, e um bom rendimento no dia seguinte.

Vários são os cuidados que se deve tomar quando temos um pequeno hiperativo em nossa casa, a rotina de todos precisa ser adaptada a ele.

hiperatividade

Queimar energia de forma saudável durante o dia é garantia de uma boa noite de sono.

Confira dicas para garantir o bem estar apesar da hiperatividade

  • Durante o dia é preciso que a criança queime toda a energia que possui, esportes como futebol, artes marciais, natação e ginástica são ótimos para gastar energia e ensinar disciplina para o pequeno.
  • Ter contato com um cachorro é de grande ajuda também, pois o animal é capaz de acalmá-lo quando necessário e também consegue acompanhar seu ritmo frenético de brincadeiras. Além de transmitir certo senso de responsabilidade ao pequeno desde cedo. É importante estar atento a escolha da raça, pois cada uma tem suas características especiais que poderão ajudar, ou não. Golden retriever e labrador são alguns exemplos que poderão auxiliar de forma eficaz, quando em contato com crianças especiais. Dependendo do caso, existem escolas de adestramento que ensinam o cachorro a lidar com crianças especiais.
  • O quarto deve ter o mínimo de estímulos possíveis. Poucos brinquedos devem estar ao acesso da criança. Fazer um rodízio regularmente com diferentes tipos de brinquedos é uma boa ideia para que o pequeno não enjoe rápido e consiga alcançar todo o potencial de cada brincadeira.
  • Evite dar estimulantes ao pequeno antes dormir, como cafeína, açúcar e refrigerantes.
  • Escurecer a casa e abaixar o volume de televisores e rádios também podem trazer a sensação de que está chegando a hora de descansar. Tente fazer tudo da forma mais natural possível, para que a criança não fique nervosa e acabe ficando mais agitada ao invés de relaxar.
  • Iniciar a rotina do sono sempre no mesmo horário é primordial para que a criança consiga descansar o necessário para não acordar cansada ou nervosa. Algumas crianças demoram horas para conseguir acalmar e, finalmente, dormir e descansar.
  • Caso o pequeno goste, um banho com água morna pode ajudar. Há crianças que o banho causa efeito contrário e o deixa mais elétrico, neste caso, tente dar banho no período da tarde, para não atrapalhar a hora de dormir.
  • Televisões, tablets, celulares e todo tipo de eletrônico deve permanecer desligado para não criar uma distração e atrapalhar o descanso da criança. Salvo exceções de músicas e vídeos criados especificamente para induzir o sono e relaxar.
  • Leia um livro com o pequeno, assim você estará, não só o acalmando, como também criando um hábito saudável.
  • Massagens também ajudam a relaxar.
hiperatividade

É importante seguir corretamente a rotina do sono para garantir o descanso de todos.

Seguindo estas dicas todos os dias, no mesmo horário, em pouco tempo seu filho estará dormindo tranquilamente a noite toda e você também poderá descansar. É importante sabermos que a qualidade do sono é mais importante que a quantidade, ou seja, você pode dormir 8 horas ou menos e sentir-se muito bem, ou dormir 12 horas e acordar cansado. Tudo depende da qualidade do seu sono, essa regra também é válida para os pequenos.

Vale ressaltar que, para ter certeza que seu filho é hiperativo, você precisa consultar especialistas e ser o mais sincero possível. E não rotule seu pequeno, isso pode causar problemas de autoestima, depressão e piorar o caso, ao invés de melhorar.

Sejamos sinceros, toda criança dá trabalho, nenhuma mamãe jamais discordará desta afirmação. A criança com hiperatividade acaba extrapolando as expectativas, por isso é preciso fazer tudo direitinho, com muita paciência e dedicação, e não se cobrar demais, assim será possível ter uma vida o mais normal possível dentro de cada caso. Viva um dia de cada vez. Amor e carinho são os principais ingredientes para viver a vida plenamente, independente do seu caso.

 

Leia mais:

– Como fazer o bebê dormir? Veja dicas para criar rotina do sono

Massagem para fazer o bebê dormir no berço

– Vantagens do bebê dormir no berço, em seu próprio quarto

Compartilhe:
Classifique este artigo

Berço é um bate papo diário sobre o mundo da maternidade! No nosso blog, você encontra dicas e curiosidades sobre berços de todo o mundo, inspirações para decorar o quarto de bebê e avaliações completas dos produtos. Nosso intuito é te ajudar e inspirar na hora de escolher os móveis e a decoração do cantinho mais especial da sua casa!

redacao@berco.com.br

Sem comentários

Deixe um comentário